ISO - os beneficios das normas internacionais para as empresas
Home / Segurança da Informação / Os benefícios das normas internacionais ISO para as empresas

Os benefícios das normas internacionais ISO para as empresas

Criada em 1946, a ISO (International Organization for Standardization) é hoje considerada a ‘espinha dorsal’ da nossa sociedade, pois estabelece normas internacionais que garantem a qualidade de produtos e serviços e facilitam o comércio internacional. Vários estudos já comprovaram que essas normas podem impulsionar os negócios, injetar bilhões de dólares na economia dos países e gerar muitos outros benefícios.

Para as empresas, as normas internacionais ISO são ainda mais vantajosas. Isso porque elas são ferramentas estratégicas que as ajudam a enfrentar alguns dos principais desafios impostos pelo mercado competitivo da atualidade. Além disso, elas garantem a eficiência das operações das empresas e as ajudam a acederem a novos mercados. A seguir, veja outros benefícios que as normas ISO podem gerar para as empresas. Confira:

7 benefícios que as normas ISO geram para os negócios

1. Melhoram o desempenho operacional do negócio

Empresas que são certificadas pela ISO normalmente possuem um desempenho operacional bastante elevado. Isso porque suas equipes são capazes de implementar novas práticas que agilizam e melhoram a realização dos trabalhos e também de estabelecer formas de mensurar o cumprimento dos objetivos. Assim, o desempenho diário da empresa é aumentado e seus resultados são melhorados a curto e longo prazos.

2. Auxiliam na redução de custos

Ao se adequarem aos requisitos das normas ISO, as empresas acabam tendo seus procedimentos internos padronizados. Com isso, a produtividade de suas equipes é melhorada, os riscos de falhas nos processos são minimizados e os custos operacionais são drasticamente reduzidos. Com as normas, os colaboradores também passam a ficar mais conscientes e a otimizar a utilização dos recursos da organização.

3. Estimulam a inovação no ambiente corporativo

As normas ISO também ajudam as empresas a se tornarem mais inovadoras, oferecendo-lhes uma estrutura testada e comprovada, que faz com que novas ideias de produtos ou serviços definitivamente saiam do papel e sejam disponibilizadas no mercado. Depois de estudarem as normas, os colaboradores também ficam aptos a resolver problemas e a promover a comercialização bem sucedida de suas ideias.

4. Ajudam na minimização de riscos

A norma ISO/IEC 27002, por exemplo, reúne as melhores práticas para se gerenciar os riscos associados à segurança da informação. Empresas que são certificadas por essa norma sabem proteger seus ativos e dados corporativos, o que lhes permite minimizarem os riscos de perdas, se recuperarem rapidamente após incidentes, darem aos seus clientes uma maior segurança e melhorarem a sua reputação no mercado.

5. Contribuem para a melhoria da satisfação dos clientes

Algumas normas ISO definem um conjunto de boas práticas que incentivam a prestação de serviços de qualidade. Empresas que são certificadas normalmente contam com equipes que seguem uma cultura de qualidade e que sabem planejar, elaborar e fornecer serviços excelentes. Isso faz com que os clientes atuais tenham as suas expectativas atendidas e que os futuros se sintam seguros ao contratar os serviços da empresa.

6. Demonstram ao público a qualidade dos serviços prestados

As normas ISO também são consideradas poderosas ferramentas de marketing. Isso porque elas demonstram para o público que as empresas certificadas incorporam as melhores práticas em seu ambiente organizacional e oferecem serviços de qualidade para os seus clientes. Isto faz com que elas obtenham uma vantagem perante os concorrentes que não são certificados e conquistem clientes que valorizam as normas ISO.

7. Tornam a empresa mais sustentável

Nos dias de hoje, os clientes ficam desconfiados ao se depararem com uma empresa que afirma preservar os recursos naturais do planeta. Eles querem, na verdade, uma prova de que as operações são realmente sustentáveis. A obtenção da certificação ISO 14001 é uma ótima forma de provar que a empresa se compromete com essa causa, já que ela exige a implantação de políticas de redução de desperdícios e do uso de energia.

CLIQUE AQUI e saiba muito mais sobre outros assuntos

Agora que você já sabe os inúmeros benefícios que as normas ISO podem oferecer para uma empresa, aproveite para conhecer os nossos cursos voltados para a certificação de auditores líderes e curta a nossa página no Facebook!

Sobre Jeferson D'Addario - CBCP, MBCI, CRISC

mm
Consultor sênior há mais de vinte anos em TI, gestão de riscos e continuidade de negócios, ganhador do prêmio SECMASTER 2006 na categoria “Melhor Contribuição para o Desenvolvimento de Mercado”. Possui mais de 35 projetos de Continuidade de Negócios para empresas líderes no Brasil e Exterior nos últimos dez anos. Certificado como CBCP pelo DRII-USA, MBCI pelo BCI-UK, CRISC pela ISACA, ISO 27001 lead auditor (BSI). Formação em Economia e TI. Foi o responsável por trazer e desenvolver os primeiros cursos de continuidade de negócios oficiais do DRII – Disaster Recovery Institute International para o Brasil em 2005. Desde 2010 é instrutor oficial do DRII e representante executivo para o Brasil. É Membro da ISACA-SP, sendo colaborador na tradução do COBIT 4.1. Possui ampla experiência em Gestão de TIC (ITIL e ISO 20.000) e Govenança de TIC (COBIT, ISO 38500), tendo sido gerente e diretor de TI em empresas nacionais, e participado de projetos de implementação e certificação. Criador, coordenador e professor da Pós-graduação em GTSI - Gestão e Tecnologia em Segurança da Informação, curso DARYUS aplicado na Faculdade Impacta Tecnologia (FIT) – SP/SP, desde 2003, atualmente na turma 15. É sócio-diretor e fundador da DARYUS Consultoria e Treinamento, e atualmente CEO do Grupo DARYUS. Possui ampla experiência em gestão empresarial de negócios, pessoas, educação, gestão de crises, comunicação empresarial, relacionamento executivo e gestão financeira, apoiando executivos de grandes empresas no Brasil em projetos de consultoria. Palestrante, articulista e colaborador em eventos nacionais e internacionais relacionados a GRC, TI, Continuidade e Gestão Empresarial. Foi reconhecido pela Infragard – Califórnia em 2010 pela contribuição na área de segurança da informação para o Brasil. Já lecionou anteriormente para IPEN – Instituto de Pesquisas Nucleares – USP – SP e Instituto Trevisan – SP.

Confira tambem

Lei de Proteção de Dados: Estratégia Digital e o que “esqueceram” de te contar.

A lei de proteção de dados europeia GDPR possui oitenta e oito páginas. A lei …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *