Home / Gestão de Processos de Negócios / A Importância do Agile Scrum dentro de uma Organização

A Importância do Agile Scrum dentro de uma Organização

Agile é uma abordagem para gerenciamento de projetos que tem fundamentos em TI, além de ser uma alternativa ao desenvolvimento sequencial de um projeto tradicional.

É muitas vezes referenciada como uma metodologia, mas essa definição perde a força essencial do conceito, porque é criado como uma forma de responder à eventualidades (mudanças que já são esperadas desde o início do projeto) e entregar valor para o negócio e clientes. Seus defensores afirmam vorazmente que Agile não é uma metodologia, mas um mindset.

Através de uma linguagem simples, o Agile Scrum visa flexibilizar o modo de trabalho em equipe dentro de um formato ágil, de qualidade e de acordo com o desejo do cliente. Desenvolveu-se uma abordagem adaptável para diferentes projetos aceitando e esperando mudanças a cada interação ou Sprint, permitindo ajustes e até mesmo mudanças no meio do projeto.

Com a utilização do Agile Scrum, a equipe de um projeto consegue se organizar de tal forma que todas as informações são comunicadas no tempo correto aos colaboradores envolvidos, diminuindo inclusive as reuniões longas e intermináveis, gerando ganho de tempo nas entregas das etapas dos projetos.

Explicando a aplicabilidade do processo de uma forma mais clara:

Iniciamos aqui (com imagens):

  • Cliente
    Usuários finais e partes interessadas demandam para o product owner.
  • Product Owner
    Tem a visão do produto e comunica a equipe das prioridades e requisitos, cria a lista das prioridades e define os critérios.
  • Product backlog
    Itens podem ser movidos de acordo com a prioridade, visão ou estado técnico, promovendo maior flexibilidade nos projetos.
  • Backlog Refinemen
    O time de desenvolvimento e o product owner discutem sobre os itens a serem entregues e as suas prioridades. O time de desenvolvimento tem a oportunidade de tirar as dúvidas que surgem normalmente durante o planejamento do Sprint.
  • Sprint Planning
    O time e o product owner determina o que deve ser concluído na próxima Sprint.
  • Scrum Master
    É responsável por garantir que a equipe seja produtiva, removendo qualquer impeditivo externo para que exista progresso no projeto.
  • Encontros Diários
    Mini reuniões de 15 min para sincronização dos trabalhos.

  • Equipe de desenvolvimento
    O time é um grupo de pessoas com conhecimentos diferentes uns dos outros, trabalhando juntas comprometidas na entrega da Sprint, esse grupo normalmente é formado entre 05 e 09 pessoas.
  • Burndown Charts
    É uma representação gráfica que mostra o tempo da execução de um trabalho e o tempo que levou para sair da Sprint.
  • Sprint Retrospective
    Revisão do que não foi feito de forma satisfatória e tomar ações para tornar a próxima sprint melhor.
  • Sprint Review
    Reunião de compartilhamento onde a equipe mostra o que foi feito em cada Sprint
  • Product Owner
    Oferece valor comercial ao cliente através de liberações incrementais de produtos. Representa a voz do cliente.

Com essas e outras práticas, diversas organizações estão alcançando novos níveis de eficiências em seus projetos, e ainda mais, conectando os métodos ágeis juntamente com a gestão de serviços de TI.
Alguns podem dizer que Agile pode ser algo passageiro, mas definitivamente práticas Ágeis estão cada vez mais sendo adotadas e não vão para nenhum outro lugar que não seja dentro das organizações em nível mundial.

Sobre Ademar Luccio

mm
Mais de 10 anos de experiência em Governança e Gestão de TI, atuando em projetos nacionais e internacionais (EUA e Europa) em empresas das verticais de manufatura, finanças e serviços. Atualmente, Program Manager do EXIN na Holanda. Certificado como ITIL Expert, ISO 20.000, Auditor Líder das normas: ISO 9.001, 20.000 e 27.001, Green IT, Business Information Management, Lean Six Sigma, Cloud Computing e Cobit. Instrutor na área de Governança de TI, tendo treinado e certificado mais de 4.500 alunos na área nos últimos anos.

Confira tambem

Gestão de Riscos com ISO 31000 – Uma Visão Estratégica de Implementação

A Gestão de Riscos é a bola da vez. Talvez pelos fatídicos incidentes mundiais nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *