Home / Eventos / GRC International discutirá governança e riscos em alto nível na próxima semana em SP

GRC International discutirá governança e riscos em alto nível na próxima semana em SP

 

 

Disrupção versus Segurança – confira um resumo dos principais temas e atividades desenvolvidas nos dois dias de evento.
A programação da 7ª edição do GRC International e a 6ª edição do DRI Latin America reunirá palestras, talk shows e dinâmicas conduzidas por profissionais renomados do cenário brasileiro, que discutirão Governança e Cyber Segurança voltados à transformação digital, bem como os principais desafios enfrentados no mundo corporativo, como Cyber Security, Gestão de Privilégios, Privacidade de Dados.

Resiliência, Inovação, IoT, Smart Cities e o uso de tecnologias como Blockchain na prática serão discutidos nos dois dias. No entanto, neste ano os temas poderão ser experienciados em casos práticos – no segundo dia (29 de maio), os profissionais participarão de dinâmicas conduzidas pelas principais organizações envolvidas no evento.

Confira o resumo geral das abordagens dadas a cada temática, de acordo com a grade de programação:

Talk show: Open Innovation

Abrindo o evento no dia 28, Jeferson D’Addario – CEO Grupo DARYUS – e Marcelo Negrini – Diretor de Transformação Digital da Ornito – debaterão sobre Open Innovation. Em um evento voltado à Governança, Risco e Segurança da Informação, falar em Inovação Aberta pode parecer inicialmente contraditório, já que se trata de um modelo de inovação mais descentralizado e focado na colaboração entre frentes diversas. No entanto, por se tratar de um momento dedicado ao debate das transformações digitais, nada mais plausível do que colocar em discussão a viabilidade e até mesmo as possibilidades de integração entre as melhores práticas de GRC na pitada certa para uma Inovação.

Apesar das transformações tecnológicas acontecerem em ritmo acelerado, as mesmas geralmente ocorrem de maneira fechada, ou seja, há pouco compartilhamento de ideias e práticas inovadoras entre organizações. O trabalho colaborativo é justamente o foco da Open Innovation – empresas incorporam novidades criadas e não tão bem aproveitadas por outras e vice e versa. Partindo deste princípio, as tecnologias seriam empregadas de forma mais produtiva
e eficaz. O local do evento já remete a esse novo repensar, o Habitat…. trata-se de uma nova proposta provocando uma nova atitude, um novo comportamento colaborativo e viabilizando a colaboração e inovação.

A grande questão é: se cada vez mais as organizações lutam contra o vazamento de dados, cyber ataques e práticas que colocam em risco a Segurança da Informação
e a própria Continuidade de Negócio, como se abrir para o compartilhamento de inovações com outras empresas de maneira segura? Isso é possível? Essa e outras questões pertinentes ao tema serão colocadas em pauta no talk show.

Blockchain na visão dos mortais

Partindo para uma tecnologia que, segundo estudiosos, só tende a se desenvolver e ampliar suas funcionalidades, o Blockchain será debatido pelo especialista João Paulo Oliveira. A palestra terá como foco a aplicabilidade da plataforma – indo além da compra e venda de criptomoedas, o Blockchain promete garantir maior segurança e economia no registro e troca de informações sobre seus usuários, como uma espécie de cartório virtual, no qual todos os dados são criptografados e legitimados pela rede de integrantes. Trazer o uso da tecnologia para o mundo “real” e dos “mortais”, rompendo com a ideia de que somente grandes investidores podem utiliza-la, será o desafio de João Paulo.

Bom ou ruim, licito ou ilícito, veículo de colaboração, rastreabilidade e segurança ou uma ameaça? Controle ou descontrole? Tudo isso gira em torno do tema que já foi apresentado e discutido no mesmo evento há mais de 5 anos atrás. De lá pra cá o tema evoluiu e já existem várias aplicabilidades e alguns casos interessantes, principalmente para as criptomoedas. Porém, o Blockchain não se limita a isso, e esse será o foco dessa palestra e de demais assuntos e interações no evento.

Cidades Inteligentes

As Cidades Inteligentes ou Smart Cities ocupam hoje um lugar central na discussão sobre tecnologia e inovação. Dentre suas principais vantagens, são citadas: transporte de qualidade, reciclagem do lixo, baixa emissão de substâncias tóxicas no meio ambiente, economia energética etc. Entretanto, quanto maior o investimento na Internet das Coisas e no monitoramento e digitalização de serviços públicos, maior a demanda por Segurança da Informação e Proteção de Dados dos cidadãos. Quanta informação um governo pode controlar em uma cidade digital? Quanto a privacidade será considerada pelas autoridades e preservada?

Integração, colaboração, redução de custos, praticidade, melhora na segurança, saúde e etc são esperadas quando falamos no tema. De fato, o que temos e o quanto temos de risco nesse tema? E o quanto os governos e organizações que abordam o tema olham para os Riscos X Benefícios.

Resiliência Organizacional (Palestra internacional)

O Brasil ainda é um dos países que menos investe em Continuidade de Negócios e Resiliência empresarial, por falta de cobrança do governo, por falta de preparo das lideranças nas organizações, por falta de interesse e precaução de acionistas e investidores que ainda se restringem a grupos familiares ou empresariais que se beneficiaram do caos e corrupção por décadas.

Na maior parte dos casos, as organizações não possuem estratégias de Continuidade de Negócios bem estabelecidas e somente buscam soluções após a ocorrência de incidentes graves ou desastres. E mesmo assim, as punições ou sansões são pequenas e as brechas da lei permitem protelar por anos e anos. A resiliência através do Planejamento da Continuidade de Negócios, começando com a transformação de pessoas e profissionais, é um conceito chave no mundo – inclusive já existe uma norma ISO 22.301 para orientar nesse sentido. Manter as competências e as habilidades usualmente desenvolvidas e minimizar impactos frente às adversidades é uma necessidade para a proteção de patrimônio, empregos, marcas, regiões e investimentos, tanto no setor público quanto privado. Apenas 200 profissionais hoje são certificados pelo DRII no Brasil dentre os mais de 500 treinados, mas isso é pouco frente a Colômbia, Chile, EUA e Ásia. Para falar sobre o assunto, convidamos a Diretora LATAM do DRII – Disaster Recovery Institute International, Karol Cordero, que trará novas informações, tendências e abordará a importância do desenvolvimento de profissionais na América Latina no tema Continuidade de Negócios. A DARYUS Educação forma desde 2005 profissionais do Brasil e é a representante executiva do DRII através do CEO Jeferson D’Addario, um dos maiores especialistas no tema no país. Mais que formar profissionais o importante é entender que Continuidade de Negócios é o caminho mais sustentável e de negócios para uma resiliência empresarial plena e alicerçada por Processos, Pessoas e Tecnologias.

Cyber Incident

Os ataques cibernéticos deixaram de ser novidade no mundo, no entanto, continuam desafiando as mais sofisticadas equipes de Cyber Security. Especialmente no ambiente corporativo, falhas graves nos processos investigativos e no trato com questões criminais vem acontecendo em grande escala. Frente a esse cenário, alguns pontos merecem destaque: quais os principais desafios enfrentados pela indústria de soluções de segurança? Como estes incidentes podem representar no aspecto jurídico (civil e penal) para empresa, prestadores e clientes, sendo eles vítimas do incidente?
Para debater o assunto, o painel “Cyber Incident: tudo o que você precisa saber”, mediado por Thiago Bordini, Diretor da NS Prevention (Grupo Newspace), contará com a presença de Fabrício Simão (BeyondTrust), Santiago Schunck (SCSA Advogados) e Renato Borba (Avianca).

Talk show sobre o uso de Blockchain

O Blockchain está revolucionando o nosso mundo. O potencial disruptivo da tecnologia pode ser visto em várias indústrias, embora ainda não percebemos claramente todo seu potencial transformador. As lideranças das maiores instituições financeiras estão buscando uma forma de implementa-la para assegurar os seus ativos digitais, por meio de grandes investimentos. A aplicabilidade do Blockchain é o tema do talk show apresentado por Thiago Ponte, Vera Medina e Rafael Turon, especialistas da Wipro em transformação e Inovação.

GDPR

Todos acompanharam as notícias sobre o vazamento de informações de 50 milhões de usuários do Facebook. Mas quantas pessoas sabiam que suas informações estavam sendo roubadas? O GDPR é uma nova regulamentação criada para proteger pessoas e empresas no meio cibernético. Além de garantir mais diretos e transparência na hora de saber se seus dados estão seguros, também estabelece punições mais severas para casos de vazamentos ou compartilhamentos ilegais de dados.
O painel “GDPR: Proteção de dados pessoais – como isto vai afetar você!” levará ao palco do GRC + DRIDAY LA os executivos Nils Radsak (Head de TI da Audi do Brasil), Willians Santos (Security Officer da Somos Educação), Daniel Martinez (Diretor Executivo da IPSOS) e a mediação de Hélio Cordeiro – Head of Digital Transformation e Consultoria da DARYUS Consultoria.
Quais são os impactos e ajustes nas empresas? Quais as necessidades? O que está sendo feito na Europa e como isso afeta as controladas no Brasil e América Latina? Numa discussão de alto nível com representantes de empresas nacionais e internacionais poderemos trocar idéias e informações sobre a necessidade civil versus a responsabilidade e transparência das organizações na era digital.

Você disruptivo

Victor Oliveira – Palestrante, professor de MBA, CFO de grandes empresas dentre as 500+ e atualmente CFO da Sanofi – encerra as atividades do dia 28 mantendo a tônica do evento – como ser disruptivo, rápido e resiliente ao mesmo tempo sem perder controle, foco e proteções? Manter-se alinhado às inovações e, indo além, ser protagonista de práticas inovadoras e disruptivas é uma das mais visadas metas das organizações atuais, entretanto, o desafio maior é não perder o foco em governança e conformidade.

Um dia de “hands on”

No dia 29 de maio, nossos convidados participarão de atividades práticas, em grupos, relacionadas aos temas discutidos no primeiro dia de evento.  Tendo a oportunidade de maneira interativa e colaborativa de “botar a mão na massa” e aprender mais sobre os temas: Cyber, Continuidade de Negócios, BlockChain, Inovação, Métodos Ágeis entre outros. O evento contará com a participação ilustre das equipes da CoinWise e BlockChain Academy, além dos palestrantes e de alguns painelistas do dia anterior. Colaborar, interagir, aprender, ensinar e discutir, esse é o foco disruptivo do segundo dia onde os participantes farão parte das atividades.

Encerrando as atividades no dia 29, o Executivo Jeferson D’Addario (DARYUS) deixa a mensagem final com a palestra “Como matar o seu negócio”, alertando e repensando o modo como as empresas estão competindo, agindo e se relacionando no mercado mundial e principalmente nacional.

SERVIÇO:
7º GRC International + 6º DRIDAY América Latina.
Data: 28 e 29 de maio de 2018
Local: InovaBra habitat (Av. Angélica, 2529 ? Bela Vista ? São Paulo/SP)

Mais informações::
www.grc-inter.com
Contato: [email protected]
Imprensa:
Maria Elisa 11 99392-5959

 

Sobre DARYUS

Confira tambem

Inovação em foco: um resumo da 7ª edição do GRC International

Muitos apostavam que o país estava parado e que não haveria o GRC na semana …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *