Home / Artigos dos Alunos / Como Migrar para Cloud Sem Dor de Cabeça – Segurança de Ponta a Ponta no Processo

Como Migrar para Cloud Sem Dor de Cabeça – Segurança de Ponta a Ponta no Processo

Revisão Técnica: Ricardo Tavares, Professor de Cyber Security da DARYUS 

 

Em um processo de migração para Cloud, Uma das principais preocupações  é a noção exata do local para onde suas informações irão e como elas serão gerenciadas.

Um conceito que já é fixo no mercado é que migrar para Cloud reduz custos e terceiriza responsabilidades. A opção de migração para um Data Center Virtual é um valor que muitas empresas provedoras de Cloud aderem e pregam, para que se possa entregar sua estrutura aos cuidados de outrem e foque exatamente no seu negócio.

Para que este seja um processo coeso e com o mínimo de dores de cabeça, porém, é um processo que precisa ser estruturado, antes de mais nada DENTRO da empresa que fará a migração.

É necessário que todos os sistemas e processos estejam mapeados internamente. Este levantamento é necessário para que se saiba exatamente onde se está no momento e o que mudará após o processo de migração. É preciso orientar e acompanhar os colaboradores, tanto os técnicos quanto os operacionais que não têm vivência direta com esses trâmites de T.I e só querem chegar no outro dia, ligar a sua estação de trabalho e realizar suas atividades.

A escolha da empresa deve atender a todos esses preceitos que, reforço, devem ser levantados internamente antes de escolher um provedor de serviços.

Priorize a escolha da sua prestadora de serviços de acordo com a necessidade de seu negócio e atente-se a:

  1.  O tempo de migração deve considerar os processos de mudança de estrutura física, lógica, acesso e conduta no dia a dia para que a operação não sofra com tempo desperdiçado em “remendar” algo que passou batido pelo planejamento da migração.
  2.  Backup não é luxo, é necessidade: Considere esse serviço como prioridade máxima. Levante com sua equipe qual o volume de dados total da empresa, estipule uma política de retenção que atenda a frequência com a qual estes dados são atualizados com base no pensamento “Qual o tempo médio de inserção de informações e como elas poderão me atingir caso eu precise recuperar um backup, seja qual for o tamanho do arquivo/dado?”
  3.  Considere o tempo de homologação dos seus sistemas e serviços no tempo estimado de migração. Não deixe para homologar às pressas ou com o prazo próximo de estourar. Você deve ter tempo hábil para assegurar que a virada dos sistemas será feita em pleno funcionamento. Não se esqueça que consertar erros em produção gera perda de dinheiro e um nível stress que pode abalar todos os setores e níveis da empresa, virando uma bola de neve.
  4.  Tenha ciência do serviço contratado e até onde você pode/precisa de alguém dentro da sua empresa para gerenciar a estrutura básica/essencial/crítica. Consulte os SLAs do seu provedor com base nisso e tenha bem claras as responsabilidades, da sua equipe e da equipe do provedor, para que não haja problemas em tomar ações que recuperem o ambiente ou fazer solicitações que demandem mais tempo do que o necessário e possam impactar no gerenciamento dos seus serviços.

Segurança compreende não somente quem terá acesso aos seus dados, mas sim quando e como. Segurança envolve processos que fluem satisfatoriamente, mas que também passam por revisões constantes de melhoria. Além disso, a segurança começa na sua organização interna acima de tudo, da maneira como seus colaboradores lidam com cada fluxo. Estando tudo ok, terceirizar sua estrutura de TI será somente criar um braço do seu negócio, mantendo tudo sob seu controle, mas com alguém de confiança cuidando.

E você? Quais dicas tem pra dar e quais experiências já teve com esse processo com migração para ambientes para Cloud e ajude a enriquecer essa discussão para ajudar outras pessoas a passar por esse processo!

 

 

 

Sobre Tiago Silva

mm
Formado em Segurança da Informação e cursando MBA em Perícia Forense Digital pela Daryus. Certificado ITIL V3 e RHCSA. Atualmente trabalha com implantação de projetos Linux em alta disponibilidade e mantém sua caneca de café sempre bem cheia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *