Home / Artigo / A evolução do combate a fraudes cibernéticas e seus impactos em Compliance

A evolução do combate a fraudes cibernéticas e seus impactos em Compliance

De que maneira é possível mensurar ou até mesmo garantir a segurança de dados de uma empresa? O investimento exclusivo em tecnologias é suficiente? No Coffe Meeting do dia 12 de abril, promovido pela DARYUS em parceria com o Grupo New Space, o especialista em Cyber Security Thiago Bordini* e o CEO do Grupo DARYUS, Jeferson D’Addario, apresentaram as principais tendências e problemáticas contemporâneas no combate a fraudes cibernéticas.
Ao contrário do que se pode imaginar, muitas vezes a fraude pode acontecer desacompanhada de um conhecimento tecnológico aprofundado. Como apontado por Jeferson D’Addario, o ponto inicial para se ter uma proteção efetiva dos dados de uma empresa seria a elaboração de um inventário e o monitoramento de informações sobre a mesma. Todos os processos realizados – dos mais simples aos mais complexos –, bem como os responsáveis por cada um deles, devem ser de ciência dos gestores. O desconhecimento de informações sobre a própria empresa já constitui um fator de forte vulnerabilidade.
Chegando às tecnologias voltadas para a prevenção e/ou combate de fraudes, Thiago Bordini destaca a importância da constante adaptação no timing das equipes antifraudes. O desenvolvimento e a sofisticação dos ataques cibernéticos acontecem em andamento altamente acelerado e devem ser acompanhados pelas empresas no mesmo passo. Além disso, são necessárias mudanças e atualizações na metodologia de combate – etapa de realização complexa, visto que muitas vezes o tradicionalismo na legislatura impede o desenvolvimento de mecanismos mais eficazes. Lançar mão de estratégias como HoneyPots e manter-se atento aos phishings e webbugs são práticas básicas, dentre os inúmeros recursos utilizados no trabalho de Cyber Security apontados pelo especialista.
Por fim, uma conclusão compartilhada pelos dois convidados: a troca de informações e descobertas sobre práticas antifraude deve ser uma constante na realidade das empresas. A partilha de conhecimento entre parceiros, objetivo primordial de nosso Coffe Meeting, promove o fortalecimento do combate aos ataques cibernéticos, assim como o aprimoramento conjunto do trabalho de Gestão de TI.

*Thiago Bordini 
Diretor de Inteligência Cibernética e Pesquisa na New Space Prevention Inteligencia Cibernética, formado em Sistemas da Informação, pós graduado em Segurança da Informação e MBA em Gestão de TI. Proficiência em segurança de informação a mais de 10 anos, fundou o StaySafe Podcast e é membro organizador da Cloud Security Alliance (CSA) Brasil havendo participado da tradução do primeiro guia de melhores práticas de segurança da informação para Cloud Computing.

 

VEJA AS FOTOS DO EVENTO NO FACEBOOK

Sobre Vanessa Oliveira

mm
Pós-graduada em Marketing Digital, com MBA em andamento em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais, graduada em Comunicação.

Confira tambem

Máquinas para respostas e humanos para perguntas: um resumo da 13ª edição do Global Risk Meeting

Com o propósito de reunir referências do mercado para debaterem o crescente uso da Inteligência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *